terça-feira, 14 de maio de 2019

Cobra é Encontrada em Prédio Abandonado do INSS no Bairro do Malembá

No fim da tarde de ontem (13), uma espécie de cobra, aparentando ser uma cascavel pouco mais de 1 metro foi encontrada próximo ao um bar onde fica o antigo prédio do INSS, no bairro do Malembá, em candeias. A espécie foi encontrada por um morador local e em seguida sacrificada pelo mesmo, que gravou um vídeo em seguida e compartilhou pelo aplicativo whatsapp. O antigo prédio está abandonado há muitos mais de 10 anos e quem passa pelo local afirma sentir uma grande falta de segurança pois, além do mato, o lixo vem tomando conta do prédio que se encontra em estado de deterioração atraindo ratos, lacraias, e outras espécies de animais peçonhentos. O que mais vem preocupando os moradores é que esse prédio abandonado encontra-se próximo a escolas e residências, colocando em risco o dia a dia desses alunos e moradores dessas residências vizinhas ao local. O desequilíbrio ecológico na região, ou seja, o desmatamento é um dos mais graves problemas ambientais nos dias de hoje, pois além de devastar as florestas, compromete o equilíbrio do planeta em seus diversos elementos, incluindo os ecossistemas, afetando gravemente também a economia e a sociedade. Sendo assim, toda vez que uma área florestal é removida, temos aí uma prática de desmatamento, que também pode ser chamado de “desflorestamento”, causando diversas reações, tanto pela fauna quanto pela flora.

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Projeto de lei aprovado por deputados redefine os territórios de Candeias e mais outros 47 municípios baianos

Quatro leis que alteram os limites territoriais de 48 municípios localizados nas regiões Norte, Nordeste e Sudoeste do estado foram publicadas pelo governo do estado da Bahia no no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (30). Na prática, porém, ninguém perdeu território. O que ocorre é a regularização de áreas urbanas e rurais que já vinham sendo administradas pelas prefeituras, mesmo essas áreas pertencendo a outros municípios que praticamente deixaram essas localidades abandonadas. Os estudos para que ocorressem as atualizações foram realizados em parcerias pelas próprias prefeituras, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Superintendência de Estudos Econômicas e Sociais da Bahia (SEI). A sanção das leis permitirá que municípios aumentem em população, no entanto, os órgãos acima não estimaram quanto a população de cada cidade deve crescer, consultados pela reportagem, apenas deram a certeza de que haverá aumento no número de habitantes, o que irá interferir diretamente nos repasses federais a título de  Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
O FPM é um repasse da União a municípios brasileiros. Ele é composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A distribuição dos recursos aos municípios é feita de acordo com o número de habitantes, onde são fixadas faixas populacionais, cabendo a cada uma delas um coeficiente individual.
Incremento
Mesmo sem dados populacionais futuros, a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), onde as leis sancionadas foram aprovadas anteontem, e a União dos Municípios da Bahia (UPB) estima que a atualização nos limites territoriais proporcionará incremento de mais de R$ 150 milhões do FPM ao estado da Bahia.
Terça-feira (30)  era o último dia de prazo para que as leis do tipo pudessem ser sancionadas para entrar na contagem populacional que será realizada pelo IBGE em 2020. Assim, a mudança no FPM valerá só a partir de 2021.
Presidente da Assembleia, o deputado estadual Nelson Leal (PP) disse que a aprovação dos projetos de lei só se deu no prazo-limite para serem incluídos no censo de 2020 do IBGE porque “foi uma negociação difícil, complexa, que envolveu prefeitos e presidentes de Câmaras de 103 municípios baianos”.

“Negociar a alteração nas divisas de 48 municípios não é tarefa simples. Foi um trabalho exaustivo, mas com êxito”, declarou. “Os projetos de lei são importantíssimos para esses municípios porque são condicionantes para que cidades baianas recebam o FPM”, completou.
Para Leal, a votação por unanimidade, apenas com abstenção do deputado estadual Hilton Coelho (Psol), “foi histórica e contou com o trabalho e o empenho dos líderes do governo e da oposição e, especialmente, dos deputados integrantes da Comissão Especial de Assuntos Territoriais e Emancipação”.
Prática
Autor dos quatro projetos de lei que tramitavam na Assembleia desde 2016, o deputado estadual Crisóstomo Lima (PCdoB), conhecido pelo apelido de Zó, presidente da Comissão Especial de Assuntos Territoriais e Emancipação da Alba, disse que “foi apenas regulamentado limites territoriais que já vinham sendo praticados de maneira não oficial. Se alguém sair perdendo aí, será bem pouco, tanto que nem há conflitos com relação a esses territórios. Com nosso empenho, conseguimos juntar todos os envolvidos e resolver essas demandas de forma pacífica”, relembra  o deputado Zó, cuja base eleitoral é Juazeiro, no Norte da Bahia.
Achismo
Diretor de Informações Geoambientais da SEI, Cláudio Pelosi informou que as discussões sobre a atualização dos limites territoriais vêm sendo realizadas desde 2011, quando técnicos da SEI e do IBGE passaram a visitar as cidades que disputavam territórios.
“Havia muitas áreas fronteiriças sendo administradas por cidades vizinhas, sedes municipais dentro de outro território e até município cuja poligonal descrita nos documentos antigos não fechava”, ele lembrou.
Ainda segundo Pelosi, “havia muita informação baseada em achismo”, o que fazia, em alguns casos, os prefeitos de duas cidades dizerem que certo local não era de sua responsabilidade administrativa e a população ficava sem qualquer tipo de assistência do poder público.
“Os locais que foram regularizados não eram motivo de disputa. Eram mais áreas que ninguém estava querendo assumir mesmo, e aí outra prefeitura assumia. O que fizemos também foi regularizar a administração que já tinha”, contou.
Modernidade
O pesquisador do IBGE Manuel Lamartine, que participou das visitas de campo para regularizar os territórios, avaliou que o trabalho serviu para “dar mais modernidade aos dados sobre limites dos municípios”.
“Hoje temos muitos recursos tecnológicos que nos permitem fazer uma medição precisa de cada local, ao contrário de antes, quando as referências eram um morro ou um rio", observou, para em seguida completar: "Hoje, muitos locais que em documentos antigos serviram como referência para limite de municípios, como rios, não existem mais, já secaram. Importante frisar que nossa pesquisa de campo incluiu também as perguntas às pessoas sobre a qual cidades elas pertenciam, e buscamos não induzi-las nas respostas se eram de cidade A ou B, foram espontâneas, e na grande maioria dos casos elas disseram que eram das cidades que oficialmente não estavam ainda com o domínio legal daquele território”.
Com a sanção das leis pelo governo da Bahia, o Estado passa a ter 412 municípios com seus territórios definidos. Ainda existem outros 17 projetos de lei semelhantes em tramitação na Assembleia Legislativa que tratam da questão de mudança de territórios que ainda estão em disputa por prefeituras.
Gestor queria  ter perdido mais território
Em Sento Sé, cidade de 40 mil habitantes no Norte da Bahia, a atualização dos limites territoriais fez com que o município perdesse para Sobradinho o distrito de Algodões, onde vivem cerca de mil pessoas. Segundo a Prefeitura, a perda não fará falta, até mesmo porque os eleitores do distrito já votavam todos em Sobradinho e os serviços públicos, como escola, posto de saúde e coleta de lixo, já são realizados por Sobradinho.
Segundo o secretário de Administração de Sento Sé, Juvenilson Passos, o distrito passou a ser assistido por Sobradinho por conta das distâncias: fica a 126 km de Sento Sé e a apenas 16 de Sobradinho. “Se doer um dente, o povo corre pra lá”, disse. Outro distrito que a Sento Sé perdeu foi o de Maravilha, onde os cerca de 400 moradores viviam a mesma situação de Algodões. Localizado a 150 km de Sento Sé, Maravilha agora pertence a Itaguaçu, cuja sede fica a 80 km do distrito.
Para o secretário, a atualização deveria ter incluído ainda outro distrito, o de Sanharó, situado a 210 km de Sento Sé. No distrito, de acordo com o secretário, moram 300 pessoas, e quase nada há de estrutura pública por lá – apenas um posto de saúde.
“Sanharó fica a 50 km de Jussara, para onde o povo vai quando precisa buscar atendimento médico. Por isso, acho que deveria ter ido pra lá também”, disse.“Isso é um problema porque os repasses para a saúde são baseados no número da população, e fica a cidade vizinha sobrecarregada com pacientes de outras cidades. O povo gasta três horas de viagem de Sanharó pra cá, e pra Jussara é meia hora”.
Em Juazeiro, também no Norte, a atualização do território provocou uma situação contrária. O distrito de Abóbora, onde moram cerca de mil pessoas, fica a apenas 20 km de Jaguarari, mas vem sendo administrado por Juazeiro, a 105 km.“Curioso é que as pessoas, quando precisam de algo mais emergencial, vão para Jaguarari, mas tudo que tem lá de administração é da prefeitura de Juazeiro, como escola e posto de saúde”, disse o prefeito de Juazeiro Paulo Bonfim (PCdoB).
Na cidade de Vera Cruz, de 42 mil habitantes, a atualização fez com que a cidade passasse a administrar de forma legalizada o distrito de Juerana, que era de Itaparica. As duas cidades continua disputando o povoado de Gameleira, onde moram mais de 4 mil pessoas. Apesar de pertencer a Itaparica, Gameleira tem subprefeitura de Vera Cruz. O território de Gameleira é um dos 17 que estão em disputa na ALBA e devem ser resolvidos até o final do ano.
Municípios que terão seus limites alterados:
Cícero Dantas | Coronel João Sá   |  Jeremoabo |  Nova Soure |  Novo Triunfo | Paripiranga |  Pedro Alexandre | Ribeira do Amparo|   Ribeira do Pombal | Santa Brígida  |  Sítio do Quinto | Campo Alegre de Lourdes  |  Casa Nova | Curaçá   |  Juazeiro | Pilão Arcado  |  Remanso |Sento Sé   |  Sobradinho  | Uauá   |  Mascote |  Santa Luzia   | Canavieiras | Candeias  |   Itaparica | Madre de Deus  |   Salinas da Margarida | Simões Filho  | Vera Cruz | Aracatu   |  Barra do Choça|  Belo Campo  |   Bom Jesus da Serra | Cândido Sales   |  Caraíbas | Condeúba  |   Cordeiros |  Encruzilhada   |  Guajeru | Jacaraci  |   Licínio de Almeida |  Maetinga   |  Mirante |  Mortugaba  |   Planalto  | Poções  |  Presidente Jânio Quadros |  Ribeirão do Largo
Fonte: G1
Palavras do secretário de Planejamento Robson Santana: Gostaria de explicar aqui para a compreensção de todos a importância desse feito da SEPLANDUR, que parece pouca coisa, mais não é!
A divisa de Candeias com Simões, dividia Passagem ao meio, a nossa mudança permitiu englobar todo o território adensado de passagem, dentro do territorio de Candeias, com ganhamos mais de 800.000 m2 de área para Candeias.
Além que Candeias  perderia IPTU, FPM, teria que devolver o dinheiro aplicados nas obras da creche do PDS com recursos federal em Passagem e dificuldades na prestação de contas com o TCM por aplicar recursos em território não seu, pois agora os endereços dos locais onde se aplicam recursos, Municipal, estadual ou federal, tem ser Georreferenciamento e isso comprovaria a aplicação no território fora dos seus domínios, Então, o ganho econômico e político foi extraordinário.

domingo, 5 de maio de 2019

Vereador Silvio Correia obstrui via pública. Confira!

Pega fogo nos grupos e redes sociais de Candeias a denuncia de um morador do bairro Dom Avelar, o líder comunitário Aléssio Freitas, que relatou um ato do empresário e atual vereador Silvio Correia, que usou de formas diversas para travar a via pública: “O vereador Silvio Correria botou piquetes na frente da garagem dele uma pista alternativa que a prefeitura fez e o vereador está impedindo nosso direito de Passagem em área pública será que Candeias é a cidade que todos podem mandar então vou colocar piquetes aqui na frente de casa também… bom dia, quando esse local era mato e barro ele com maquinário pesado nunca se prontificou a abrir vagas para as carretas dele, todo mundo só que achar no mole”, desabafou.
Vale ressaltar que Silvio Correia diante das suas estratégias políticas é “dono” da Secretaria de Meio Ambiente, essa que até então colocou seu aliado, o presidente do Partido Verde Toni Gleidson, que infelizmente não vem mostrando nenhum resultado positivo ao município.
Chegando ao final do mandato e até então os munícipes não tiveram a graça de ver uma ação voltada para Candeias por parte de Silvio Correia.
Aguardamos esclarecimentos sobre do vereador sobre o caso.
Esperamos que o Prefeito Dr. Pitágoras e o Secretário de Serviços Públicos Carlos Ibiapina tomem as devidas providências contra o vereador que está atrapalhando a gestão.
Fonte: Jornal Bahia Notícias

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Colônia Z-48 vai processar empresa por “aterramento e destruição do mangue” do Genvelho e pedir indenização

A Colônia de Pescadores e Marisqueiras de Madre de Deus Z-48 pretende entrar na justiça contra a empresa Patrimonial Ilha dos Frades, responsável pela obra no Genvelho no município. Segundo a Z-48, em razão do “aterramento e da destruição do mangue” na região.
A colônia está convocando os pescadores e marisqueiras associados para participar do processo judicial que vai pedir uma indenização por prejuízos causados pela empresa. O advogado Whatson Santos, que vai representar a Colônia Z-48, informou ao Jornal Madre Sem Média que o processo de dano ambiental envolve em sua contrapartida um plano de restauração da área degradada. Ele destacou que não houve uma audiência pública com a população para avaliar o impacto na área do Genvelho.
Ele disse ainda que pretende embargar a obra.
“haja vista que a ação a ser interposta, além de indenizatória, pretende proteger direitos difusos relacionados à proteção do meu ambiente”, afirmou.
O vereador Juscelino Silva declarou na Câmara Municipal que está sendo processado pela empresa responsável pela obra no Genvelho. Segundo ele, porque fez um vídeo denunciado os impactos ambientas causados pela empresa.
Colônia Z-48 vai processar empresa por “aterramento e destruição do mangue” do Genvelho e pedir indenização.
Veja a matéria completa na íntegra

domingo, 21 de abril de 2019

Candeias e Outras 270 Cidades da Bahia Tem Suas Águas Contaminadas Por Produtos Cancerígenos, Confira!

Uma análise de amostras da água que é consumida em 271 cidades baianas, feita pelas empresas de abastecimento de municípios brasileiros apontaram que a água fornecida pera a população de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), São Sebastião do Passé, Simões Filho e Camaçari, está contaminada com 27 tipos de agrotóxicos que são associados a doenças crônicas como câncer, defeitos congênitos e distúrbios endócrinos.
As informações são do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), do Ministério da Saúde. Uma investigação conjunta pela ONG Repórter Brasil, da Agência Pública e da organização suíça Public Eye. De acordo com os dados revelados pelo estudo, foram detectados 27 pesticidas em 1.396 municípios espalhados por todo país.
Com 417 municípios, o número apresentado na pesquisa corresponde a mais de 50% das cidades da Bahia. Salvador também está presente na lista divulgada pela Sisagua. Segundo os dados, foram encontrados 16 agrotóxicos, sendo oito associados a doenças crônicas, como câncer, defeitos congênitos e distúrbios endócrinos; e três agrotóxicos acima do limite de segurança estipulado pelo país e 13 acima do limite definido pela União Europeia.
Em nota, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. (Embasa) afirmou que, diante dos resultados divulgados pelo Repórter Brasil sobre a presença de agrotóxicos na água, de acordo com as análises realizadas semestralmente pela empresa no período entre 2014/2017, todas apresentaram valores que demonstram a inexistência de substâncias presentes em agrotóxicos.
 A Embasa também informou que os dados são divulgados em uma plataforma – o Siságua – à qual os municípios têm acesso por meio dos técnicos da vigilância sanitária, e também podem ser solicitados à empresa. madresemmedia.com.br

Veja a lista das cidades da Bahia que estão com a água contaminada, segundo o estudo:

ABARE
AGUA FRIA
AIQUARA
ALCOBACA
ALMADINA
AMARGOSA
AMELIA RODRIGUES
ANAGE
ANDARAI
ANGICAL
ANTAS
ANTONIO CARDOSO
ANTONIO GONCALVES
APUAREMA
ARACATU
ARACI
ARAMARI
ARATACA
ARATUIPE
AURELINO LEAL
BAIANOPOLIS
BANZAE
BARRA DO CHOCA
BARRA DO ROCHA
BARREIRAS
BELMONTE
BIRITINGA
BOA NOVA
BOA VISTA DO TUPIM
BONINAL
BONITO
BREJOES
BROTAS DE MACAUBAS
BRUMADO
CAATIBA
CABACEIRAS DO PARAGUACU
CACHOEIRA
CACULE
CAETANOS
CAETITE
CAIRU
CAMACAN
CAMACARI
CAMAMU
CAMPO FORMOSO
CANAVIEIRAS
CANDEIAS
CANDIDO SALES
CANUDOS
CAPELA DO ALTO ALEGRE
CAPIM GROSSO
CARAIBAS
CARAVELAS
CARDEAL DA SILVA
CHORROCHO
CICERO DANTAS
CIPO
COARACI
CONCEICAO DA FEIRA
CONDE
CONDEUBA
CONTENDAS DO SINCORA
COTEGIPE
CRAVOLANDIA
CRISOPOLIS
CRISTOPOLIS
DARIO MEIRA
DIAS D’AVILA
ELISIO MEDRADO
ENCRUZILHADA
ENTRE RIOS
ESPLANADA
EUCLIDES DA CUNHA
EUNAPOLIS
FATIMA
FEIRA DE SANTANA
FLORESTA AZUL
FORMOSA DO RIO PRETO
GANDU
GAVIAO
GENTIO DO OURO
GLORIA
GONGOGI
GUAJERU
GUARATINGA
IACU
IBIASSUCE
IBICOARA
IBICUI
IBIPEBA
IBIRAPITANGA
IBIRAPUA
IBIRATAIA
IBITIARA
IBITITA
IBOTIRAMA
IGRAPIUNA
IGUAI
ILHEUS
INHAMBUPE
IPIAU
IPIRA
IPUPIARA
IRAMAIA
IRAQUARA
IRARA
ITABELA
ITABERABA
ITABUNA
ITACARE
ITAETE
ITAGI
ITAGIBA
ITAGIMIRIM
ITAGUACU DA BAHIA
ITAJU DO COLONIA
ITAMARAJU
ITAMARI
ITAMBE
ITANAGRA
ITANHEM
ITAPARICA
ITAPE
ITAPEBI
ITAPETINGA
ITAPICURU
ITAPITANGA
ITARANTIM
ITIUBA
ITUACU
ITUBERA
JACARACI
JACOBINA
JAGUAQUARA
JAGUARARI
JAGUARIPE
JANDAIRA
JEREMOABO
JIQUIRICA
JITAUNA
JUCURUCU
JUSSIAPE
LAFAIETE COUTINHO
LAGOA REAL
LAJE
LAJEDAO
LAJEDINHO
LAJEDO DO TABOCAL
LAMARAO
LENCOIS
LICINIO DE ALMEIDA
LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA
LUIS EDUARDO MAGALHAES
MACARANI
MACAUBAS
MAETINGA
MAIQUINIQUE
MAIRI
MALHADA
MALHADA DE PEDRAS
MANOEL VITORINO
MANSIDAO
MARACAS
MARAGOGIPE
MARAU
MARCIONILIO SOUZA
MASCOTE
MATA DE SAO JOAO
MEDEIROS NETO
MIRANGABA
MIRANTE
MORPARA
MORRO DO CHAPEU
MORTUGABA
MUCUGE
MUCURI
MULUNGU DO MORRO
MUNIZ FERREIRA
MUQUEM DE SAO FRANCISCO
MURITIBA
NAZARE
NILO PECANHA
NOVA CANAA
NOVA FATIMA
NOVA IBIA
NOVA REDENCAO
NOVA SOURE
NOVA VICOSA
NOVO TRIUNFO
OLINDINA
OURICANGAS
OUROLANDIA
PALMEIRAS
PARAMIRIM
PAU BRASIL
PAULO AFONSO
PE DE SERRA
PEDRAO
PEDRO ALEXANDRE
PILAO ARCADO
PIRAI DO NORTE
PIRIPA
PIRITIBA
PLANALTINO
PLANALTO
POCOES
POJUCA
PONTO NOVO
PORTO SEGURO
POTIRAGUA
PRADO
PRESIDENTE JANIO QUADROS
PRESIDENTE TANCREDO NEVES
QUEIMADAS
QUIJINGUE
RAFAEL JAMBEIRO
RIACHAO DAS NEVES
RIACHAO DO JACUIPE
RIBEIRA DO AMPARO
RIBEIRA DO POMBAL
RIO DE CONTAS
RIO DO ANTONIO
RIO DO PIRES
RIO REAL
RUY BARBOSA
SALINAS DA MARGARIDA
SALVADOR
SANTA BRIGIDA
SANTA CRUZ CABRALIA
SANTA LUZIA
SANTA TERESINHA
SANTANA
SANTO AMARO
SANTO ANTONIO DE JESUS
SANTO ESTEVAO
SAO DESIDERIO
SAO DOMINGOS
SAO FELIPE
SAO FELIX DO CORIBE
SAO JOSE DA VITORIA
SAO JOSE DO JACUIPE
SAO MIGUEL DAS MATAS
SAO SEBASTIAO DO PASSE
SATIRO DIAS
SAUBARA
SEABRA
SENHOR DO BONFIM
SIMOES FILHO
SITIO DO QUINTO
TANHACU
TAPIRAMUTA
TEIXEIRA DE FREITAS
TEODORO SAMPAIO
TEOFILANDIA
TEOLANDIA
TERRA NOVA
TREMEDAL
TUCANO
UBAIRA
UBAITABA
UBATA
UMBURANAS
UNA
URUCUCA
UTINGA
VARZEA DA ROCA
VARZEA NOVA
VEREDA
VITORIA DA CONQUISTA
WAGNER
WENCESLAU GUIMARAES

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Área de 3 mil m² de manguezal é reflorestada em Maragojipe

Plantio foi executado pelo Projeto CO2 Manguezal, que em 16 meses de atuação já produziu 47 mil mudas dos mangues Branco, Vermelho e Saraíba

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

Após ação  ambiental de plantio, a área denominada Rio Furado, localizada na Reserva Extrativista Baía do Iguape (Resex), em Maragojipe, voltou finalmente a ter espécies de mangue vermelho, branco e preto, característicos da região.
A restauração do local foi possível graças à ação que acabou de ser realizada pelo Projeto CO2 Manguezal, com patrocínio da Petrobras, numa área de aproximadamente 3 mil metros quadrados. O trabalho foi desempenhado por uma equipe de dez pessoas e um viveirista, sob a coordenação de Sarah Nascimento, responsável pelos Estudos Técnicos e Ações de Reflorestamento do CO2 Manguezal, e do técnico ambiental Bruno Barbosa.
“Primeiro realizamos a comparação entre as superfícies das áreas onde foram produzidas as mudas com a área que iria recebê-las, avaliando a compatibilidade. Em seguida, selecionamos as três espécies de mudas características do Rio Furado, onde há registro de maior predominância do mangue branco”, informou a técnica.
Em 15 meses de execução, o projeto já garantiu o plantio de 47 mil mudas das três espécies de mangue mais encontradas na Baía de Todos os Santos: Mangue Branco, Mangue Vermelho e Mangue Saraíba.

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Justiça determinou retirada de cercas em praias e manguezais na Ilha dos Frades

Apesar da determinação, ter sido publicada em 2011, não ocorreram mudanças na região.
A Justiça determinou a retirada de cercas de arame com estacas de madeira ou cimento situadas a menos de 20 metros de mangues ou areias de praia em 2011. A ação atendeu parte dos pedidos formulados pelo Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA), Ministério Público do Estado da Bahia (MP/BA) e pela União Federal, no andamento da ação civil pública. Apesar da determinação, ter sido publicada em 2011, não ocorreram mudanças na região.

Na ocasião, a determinação apontava que os réus proprietários de terras nas Ilhas dos Frades, teriam 30 dias para retirar a cerca sob pena de multa diária de R$ 5 mil  em caso de descumprimento. Conforme a medida, as cercas impediam o acesso a áreas públicas e de uso comum do povo e foram colocadas sem autorização da União. “Os proprietários simplesmente avançaram a sua propriedade privada sobre área da União – áreas de praias marítimas, com ou sem manguezais – sem qualquer justificativa”, afirmou o juiz na época.

Em alguns locais, além das cercas, foram feitos aterramentos, construídos muros e plantados coqueiros. De acordo com o texto da decisão, “a impressão que se tem é que os proprietários pretendem ‘contar com o tempo’, para que a natureza haja e faça crer que o novo cenário – artificialmente construído – existe desde há muito, e que assim já não mais se possa voltar atrás”.

Em decisão de agosto de 2010, a Justiça Federal concedeu liminar determinando a paralisação imediata de todas as intervenções e obras em andamento na Ilha dos Frades, em região de manguezal, sem a autorização da União (Marinha e SPU) e do Ingá, bem como sem o devido licenciamento ambiental perante o Instituto do Meio Ambiente.

A ação apontou uma série de intervenções não autorizadas pelos órgãos competentes que estão degradando o meio ambiente, muitas delas realizadas em APPs e sobre manguezais e areias da praia, agregando áreas públicas a propriedades privadas na Ilha dos Frades. Entre as intervenções estão o aterramento de manguezais; a construções de muros de pedra na orla da ilha – impedindo o acesso público e afetando o ecossistema dos manguezais; a modificação de leitos originais de cursos d´água; a construção de um píer de atracamento sobre pedras marinhas; a instalação de tanques de abastecimento e de barragens em área de uso comum e manguezal e até a implantação de um túnel em área de proteção ambiental, com 3 metros de diâmetro e 61 de comprimento. Após diversos questionamentos apontados pela justiça, as intervenções continuaram na Ilha dos frades. Com informações do MPF.
Fonte: Jornal Bahia Manchetes

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Ação Humanitária No Povoado de Mangabeira, em Candeias.

Uma região rica com pessoas bastante pobres. Mangabeira é um povoado que fica às margens do Rio Joanes onde os moradores necessita de todo apoio da população, pois, em muitos casos, políticos aparecem apenas em épocas de campanhas.
Não costumamos divulgar caridades devido à nossa crença em Deus, mas, às vezes é necessário chamar a sua atenção para que através de ações como essas, muitos venham a colaborar com esse projeto visando promover o bem estra dos eu próximo.
Grato desde já a Ricardo Machado que, há 3 anos vem desenvolvendo esse trabalho. A Adipâmala Cabral, ao Coral da igreja Batista Jerusalém, ao grupo Maré Sustentável, ao Gringo, e a todos que colaboraram com donativos.

Mateus 6:2-4
Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.
Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;
Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente.

sábado, 30 de março de 2019

Chuva Forte em Candeias Provoca Alagamento Em Vários Pontos do Município

Hoje (30) em Candeias mais um dia chuvoso. Alagamentos provocados pela chuva deixou o município mais uma vez debaixo d'água. Vários pontos da cidade foi tomado pela água e, até o momento, não houve vestígios de deslizamentos ou ocorrências de acidentes mas, várias residências foram tomadas pela água. Funcionários da prefeitura já estão nas ruas tentando de alguma forma amenizar o problema. O descarte de lixo praticado por alguns moradores tem colaborado para o entupimento de bueiros tornando mais difícil o escoamento da água. Já no povoado de mangabeira, alguns moradores se queixam do descaso do poder público onde, casas em situações precárias foram invadidas pela água. Um dos vereadores do município acompanhado de um morador fez improvisos nas residências com lonas afim de tentar amenizar o problema enfrentado por pessoas desse povoado; povoado esse que fica um pouco afastado da sede de Candeias. Os vídeos foram enviados por várias pessoas através do aplicativo whatsapp.

quarta-feira, 27 de março de 2019

Novo Fenômeno No Céu é Registrado Por Moradores da Cidade de Candeias

Hoje (27), por volta das 15:40, um arco-íris com formação diferente chamou a atenção de um morador que estava trabalhando e resolveu gravar a cena. Um arco colorido entre as nuvens foi registrado por Rodrigo Conceição, que estava em horário de expediente, e que flagrou a cena bem próximo ao bairro da Urbis I, em Candeias.  No momento do episódio, as fotografias juntamente com um vídeo foram enviados ao nosso grupo de whatsapp.
Em 21 de Maio de 2015, um fenômeno parecido aconteceu na cidade de São José dos Campos, interior de SP, e foi registrado pelo físico Fábio Dondeo Origo. O arco-íris foi visto no dia 7 de janeiro, por volta das 18h, e surpreendeu o físico por sua formação entre as nuvens que cobriam o sol. "Achei curiosa a formação deste tipo de arco-íris e fui pesquisar mais sobre ele. Já vi alguns parecidos sendo apelidados de arco-írios de fogo", disse o físico.
Na época, a fonte do Jornal G1 declarou em nota que, segundo o meteorologista Fábio Rocha do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe), apesar de diferente do que é visto, o registro se trata de um arco-íris comum, criado por refração da luz. As cores, porém, podem variar de acordo com a refração, mas a formação se dá devido ao encontro do brilho do sol com água vaporizada ou chuva no ar.
Veja a seguir o vídeo que foi gravado pelo amigo Antonio, que também registrou o momento:
Outros amadores enviaram novos vídeos e fotos para o nosso grupo.

quarta-feira, 20 de março de 2019

incêndio atinge refinaria Landulpho Alves, em Mataripe.

A refinaria  refinaria Landulpho Alves, em São Francisco do Conde, foi atingida por um incêndio no final da tarde de hoje (20). De acordo com o Sindipetro, em contato com o Bahia Notícias, o fogo atingiu o dique do tanque F4634C. Em resposta ao Metro1, os Bombeiros afirmaram que a brigada de incêndio do local conseguiu debelar as chamas.
O sindicato informou ainda que o incidente não deixou vítimas e que o tanque não foi atingido.

quinta-feira, 14 de março de 2019

Pôr do Sol Desta Quinta Feira Foi Marcado Por Deixar Tons de Cores Variados Nos Céus

Após o dia chuvoso de verão desta quinta feira (14) em quase toda a região da Baía de todos os santos, um pequeno fenômeno natural aconteceu por volta das 17:30, e que atraiu a muitos amantes da natureza. A nuvem escura de chuva que encobria os céus abriu um pequeno espaço para o majestoso sol mostrar a sua soberania, e foi nesse momento em que tons de cores variados aparecia nas nuvens com o reflexo do sol que estava bastante amarelado e, em várias partes da região metropolitana de Salvador, curiosos fotografava os belos e curtos momentos que a natureza oferecia naquele entardecer. Nos municípios de Candeias, São Sebastião do Passé, São Francisco do Conde, Madre de Deus, e outros municípios, o fenômeno foi visível, onde encantou olhares de muitos. O celular foi bastante útil nessa hora. Vejamos algumas imagens que foram registradas e enviadas ao nosso grupo de whatsapp.
Vídeo de Henrique Wolf
Numa matéria exibida no estado do Belém do Pará, quando se deu um fenômeno bastante parecido, o meteorologista Leandro Puchalski, relatou que esse tipo de nuvem colorida se forma quando a luz do sol é refletida em várias direções pelas gotas de água que estão na atmosfera ou até por cristais de gelo suspensos. Com esse reflexo, os raios de sol acabam ficando coloridos como um arco-íris.  Ainda conforme a explicação do meteorologista, o fenômeno só ocorre quando o céu está encoberto por algum tipo de nebulosidade.

quarta-feira, 13 de março de 2019

Em Candeias, Moradores da Rua 21 de Abril Se Queixam de Falta de Água Há 4 Dias

Há 4 dias, moradores da rua 21 de Abril, no centro de Candeias, vem enfrentando um grande problema que trás muito desconforto para as donas de casa, que é a falta de água. Soluções vem sendo cobradas há mais de 2 dias e a EMBASA, até o dia 12 (terça feira), não mostrou nenhum interesse em solucionar o problema. Hoje (13) um funcionário da empresa visitou uma das residências que vem enfrentando o problema, foi quando o funcionário relatou que, apenas uma ligação foi recebida na empresa informando sobre o problema, e que um carro pipa seria enviado à residência para o abastecimento provisório dos reservatórios. Vizinhos relatam que a reclamação foi feita por outras pessoas e que a EMBASA, como sempre, atrasa no atendimento. O número 0800 que é disponibilizado nos recibos de água são números de um atendimento geral para toda a região de salvador e, com isso, o trabalho se torna ainda mais dificultoso por não haver um número de atendimento direto em Candeias.

domingo, 10 de março de 2019

Moradores e Comerciantes Reclamam de Abandono à Central de Abastecimento em Candeias

Um caso bem antigo vem tirando o sossego de comerciantes e moradores que circulam pela central de abastecimento do município de Candeias. Ratos, mosquitos, baratas e muito lixo; é o que vem se acumulando dia após dia na central de abastecimento de Candeias, região metropolitana de Salvador. Comerciantes e usuários relatam que o mau cheiro é constante e que os banheiros, além de não serem gratuitos, consistem numa frequente falta de higiene e que, em períodos chuvosos, o descaso é ainda maior porque, o numero de ratazanas aumentam oferecendo ainda mais riscos de doenças. internautas e comerciantes chamam a atenção da secretaria de serviços públicos e meio ambiente do município para solucionar o caso, pois, inúmeras propagandas tem divulgado a cidade como cidade senhora, porém, tudo isso é apenas propaganda; Quem circula pelas ruas de Candeias sabe que a cidade ainda precisa de muito para chegar a um patamar comparado às cidade próximas, a exemplo das cidades de Camaçari, Made de Deus, e outros municípios próximos que, além de serem municípios mais organizados, ou até mesmo aqueles que tem uma arrecadação bem inferior a Candeias, possui bem mais credibilidade devido aos investimentos que são plicados nesses municípios, oferecendo mais organização e higiene com obras de saneamento a todo o vapor, diferente de Candeias que, possuindo no município uma câmara composta de 17 vereadores e uma arrecadação considerável mas, no entanto, a regressão é notória.

sexta-feira, 8 de março de 2019

Se Aproxima Uma Nova Temporada de Caça Aos Pobres!!!

O período de caça aos pobres é um período que ficou muito conhecido na sociedade pelo fato de, nessa época referida, a hipocrisia humana fala bem mais alto na maneira de vida de alguns candidatos a prefeitos, vereadores, deputados, presidentes, e outros que, de mansinho, ao chegar os períodos de eleição, propagandas e protestos acabam surgindo de uma forma como nunca fizeram, e, em muitos casos, uma forma enganosa e sutil. A internet tem sido o meio de divulgação das falsas caridades e conversas fiadas: Protestos em ruas esburacadas, abandono, desemprego, e aqueles tipos de deficiência que a cidade e o povo vem passando, eles acabam prometendo soluções de última hora, esquecendo-se de que dois anos se passaram e nada fizeram pelo povo sofrido, aguardando os momentos das eleições chegarem para mostrarem uma falsa preocupação, como se fosse um verdadeiro cinismo.
Os períodos eleitorais municipais estão se aproximando e, como todos sabem, é o momento em que, de fininho, os políticos famintos começam a saírem de suas tocas para irem em busca de suas caças preferidas, que é o povo pobre e leigo das periferias e até mesmo, aqueles que vivem em albergues que, recebem essas inesperadas visitas; é o momento em que eles recebem abraços, beijos, aperto de mão, promessas de trabalho, saúde, lazer, meio ambiente e, alguns chegam até a receber lanches e cestas básicas nas visitas com direito a selfs e tudo mais, porém, nada disso é de graça, pois, além das promessas feitas, o intuito desses é o interesse  pelo período eleitoral que se aproxima e, pelo voto do cidadão pobre e sofrido que passam pelo desprezo nos primeiros dois anos de eleição e, após esse período, acontece o movimento conhecido como " Caça Aos Pobres".
O período de caça aos pobres requer muita atenção por parte dos eleitores que recebem ofertas em troca de votos, onde, recibos de água e energia, sacos de cimento, cesta básica e outras esmolas são oferecidas pelos próprios candidatos para que, no dia das urnas, o eleitor que embolsou aquilo que recebeu do tal candidato venha dá a recompensa prometida ao vereador (a) Fulana ou Ciclano de tal... que, além de dá a esmola, promete mundos e fundos com planos para os futuros e próximos anos e que, no final das contas, depois do candidato ser eleito, ele some e aguarda os dois próximos anos para sair a uma nova caça, ou seja, uma nova temporada começa a ser iniciada que, pode ser intitulada de "Caça Aos Pobres 2020", que é o ano das próximas eleições.
O eleitor deve conscientizar-se de que, as corrupções existentes em nossos municípios, dá-se pelo fato de o próprio eleitor conceder esse privilégio aos vereadores ou prefeitos eleitos que, com os votos vendidos, eles concedem que bandidos se apossem das cadeiras nas câmaras da cidade, ou seja, graças ao próprio eleitor que vende seu voto a preço de banana recebendo o direito  de não cobrar pelos serviços de manutenção da cidade. Seu voto já foi pago!
No município Candeias BA, por exemplo, a decepção política tem sido de forma frequente ao longo desses últimos anos; Uma cidade com mais de 90.000 habitantes e que já chegou a arrecadar mais de 40 milhões com os benefícios da indústrias, do petróleo e do comércio, e outras arrecadações que poderiam ser feita de Candeias uma cidade do futuro e muito bem estruturada. é uma decepção!
Com estilo de favela, Candeias é uma cidade abandonada e que desperta a cobiça de outros novos candidatos onde, a maioria chegam com o mesmo intuito, enricar às custas do povo, mas, o que fazer para mudar tudo isso? Analise o que o seu  vereador eleito fez em sua comunidade; Procure ver quais obras foram desenvolvidas em sua rua, sua escola, na saúde, e no meio ambiente; Depois de você ter analisado, caso ele tenha feito obras de melhorias, observe se os serviços foram serviços de boa qualidade, ou se foi apenas uma lavagem de dinheiro; Veja também o que ele adquiriu nos tempos em que estava no poder; Caso você flagre algum deles com carros importados, mansões, ou outros tipos de luxúrias exageradas, desconfie desse político; O salário pago a vereadores e prefeitos não competem a tantas regalias exageradas. Boa parte dos crimes por roubos praticados por vereadores e prefeitos é que os prestigiam com vida regalada e de alto nível, e somos nós próprios quem bancamos isso para eles, infelizmente!.
Lembre-se: Você e eu quem somos responsáveis em fiscalizar a rotina e as atividades exercidas pelos tais políticos e, caso haja algum flagrante de irregularidade, espere chegar as próximas eleições e troque de candidato, ou, se possível for, cancele o seu voto. Não seja conivente com políticos preguiçosos e que só pensam em mamar às custas dos cofres públicos, dê o troco para ele no dia das eleições. Voto vendido, Elege Bandido!

domingo, 3 de março de 2019

Golfinho é Encontrado Morto Na Praia de Barra do Pote, em Vera Cruz.

Hoje pela manhã (03) um golfinho foi encontrado morto na praia de Barra do Pote, na ilha de Vera Cruz. As causas da morte ainda não foram identificadas, mas, o animal tinha marcas de feridas em várias partes do corpo. Órgãos responsáveis foram acionados afim de que o animal fosse retirado da praia. Ainda não se sabe o que provocou a morte do golinho. Veja o vídeo:

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

incêndio Toma Conta da Área da Proquigel, em Candeias

Um incêndio atingiu a fábrica da Unigel, na Fazenda Caroba, em Candeias, na noite dessa sexta-feira (22). A ocorrência foi registrada por volta das 21h20 após uma explosão no local.
 De acordo com o portal Camaçari Notícias, inicialmente, o fogo atingiu produtos químicos da fábrica, que produz acrílicos e estirênicos.
 Já o portal Bahia no Ar conta que moradores da Urbis 2, bairro próximo à fábrica, sentiram abalos em suas casas no momento da explosão.
 Em nota enviada ao Bahia Notícias, a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros ressalta que não houve vítimas e as causas do incêndio ainda são desconhecidas.
 As chamas foram debeladas na madrugada deste sábado (3), às 3h. Com três viaturas de combate a incêndio e apoio de brigadas de incêndio de empresas privadas da região, os militares atuaram no resfriamento dos tanques, a fim de evitar que o fogo se alastrasse e novas explosões ocorressem. Por precaução, uma viatura do Salvar também foi acionada e retornou à base ao final do combate.
Em nota, a Proquigel informou que o incêndio ocorreu em dois tanques de MMA (metacrilato de metila) e não causou derramamento de substância no solo, tendo ficado restrito à área de armazenamento do produto.
Conforme a empresa, imediatamente após o início do incêndio, o Plano de Auxilio Mútuo do Polo Petroquímico/Cofic foi acionado, e foram iniciados os trabalhos de combate ao fogo em colaboração com a brigada de emergência da empresa.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Vídeo Gravado em Castro Alves Mostra a Real Situação do Rio Jaguaripe

Essa semana, um internauta gravou um vídeo que repercutiu pelo aplicativo whatsapp; vídeo esse que mostra a situação do rio Jaguaripe; rio que nasce na cidade de Castro Alves, aqui mesmo na Bahia, e que corta várias cidades da região e que desemborca na baía de todos os santos. Os municípios incluídos na Bacia Hidrográfica do Jaguaripe são: Muniz Ferreira e Nazaré. O uso que se faz do manancial das águas do Rio Jaguaripe são para abastecimento urbano e rural, irrigação, lazer, turismo e navegação na faixa litorânea, no entanto, as águas desse manancial encontra-se em situação deplorável, sofrendo a ação de despejos de resíduos químicos e de esgotos urbanos. Em 2017, Um fato atípico chamou a atenção dos moradores de Nazaré, a cerca de 78 quilômetros de Salvador. Uma grande quantidade de azeite de dendê preencheu boa parte do Rio Jaguaripe, que atravessa a cidade. Veja a Matéria.
Parte do litoral brasileiro, incluindo rios e canais de águas, vem sofrendo com a poluição devido à ação antrópica onde, diversos efluentes oriundos de indústrias químicas e residências vem sendo lançados em grande parte dos estuários, provocando a contaminação das água e afetando grande parte da fauna e da flora dos nossos rios e litorais Brasileiros. Medidas cabíveis devem ser tomadas e, a colaboração de todos pode ajudar bastante através de denúncias aos órgãos competentes para facilitar o combate da ação que degrada o meio ambiente e que é provocada pelo homem.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Poluição Atmosférica invade o Município de Candeias Mais Uma Vez

Hoje, por volta das 19:30, moradores dos bairros de Malembá, Areias e Urbis II foram surpreendidos mais uma vez por um tipo de poluição que é frequente na cidade de Candeias desde décadas atrás. O mau cheiro já é bastante conhecido pelos moradores, o mesmo cheiro exalado pela empresa Proquigel, a antiga Metracril, considerada uma das maiores indústrias poluidoras do município, onde, por volta dos anos 1990 e 2000, muitos casos de doenças de respiração foram detectados, contribuindo assim para outros problemas mais graves de saúde. Ainda Não sabemos de onde está partindo o mau cheiro. No bairro de Malembá, duas moradoras que trabalhavam na mesma loja, mãe e filha, foram obrigadas a auto se medicarem devido ao forte cheiro que causou ânsias de vômitos e dores de cabeça deixando-as em um momento bastante desagradável. Não sabemos bem o que a prefeitura, junto com a secretaria de meio ambiente do município, tem feito para buscar soluções para o caso mas, bem sabemos que, até o dia de hoje, nenhuma administração conseguiu solucionar o problema da poluição química no município; apesar de as empresas gerarem uma boa renda ao município, o estrago causado na saúde dos moradores tem sido bem mais degradante e que superaram qualquer valor de arrecadação; Crianças recém-nascidas são as que mais sofrem, onde, nesse caso,  o problema é ainda mais agravante e, moradores do município comentam que as descargas vem acontecendo com frequência, principalmente, em períodos da madrugada. O Caso se torna ainda mais agravante pelo fato de a cidade de Candeias não dispor de uma central de monitoramento do ar, coisa que nenhuma das administrações, até os dias de hoje, fizeram caso de obter o aparelho.
Poucos dias antes de ocorrer essa descarga, numa entrevista na Rádio Vox FM, o secretário de meio ambiente de Candeias, Tony Gleidson, foi questionado sobre a poluição que exalava no município onde, alguns moradores acusam o grupo Unigel de praticar a tal descarga, foi quando o secretário sobre essa central de monitoramento que não existe no município e que iria solicitar ao Prefeito da cidade, Dr. Pitágoras, a inserção do mesmo, pois, com uma central de monitoramento do ar seria possível identificar o causador dessa poluição em Candeias. Segue o áudio com a entrevista.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Ferries correm risco de afundar e contaminar mangue na Baía de Aratu

A baía de Aratu, como sempre, é uma baía vulnerável aos terríveis danos ambientais causados por indústrias petroquímicas e, como se não bastasse, as embarcações Monte Serrat e o Ipuaçu – que já transportaram milhares de passageiros no sistema ferryboat – apodrecem aos olhos de quem passa por ali.
Hoje, Cobertos por ferrugem, com dezenas de buracos no casco e atracados na Marina de Aratu, estão diante dos manguezais que contornam a Baía de Aratu e, duas figuras chamam a atenção. Há 15 anos no local, as embarcações correm o risco de naufragar e, para especialistas, é difícil até mensurar os danos ambientais para o ecossistema da região, caso os dois barcos, que já foram até leiloados pela Agerba, no segundo semestre do ano passado, afundem na Baía. Para quem trabalha diretamente com os ferries, o medo do naufrágio é constante.
Em dezembro, durante uma falta de energia, a bomba que lança a água do mar – que entra pelos inúmeros buracos dos cascos – para fora das embarcações parou de funcionar. Foram 20 horas sem luz. Ou seja: a água entrava e não saía. Se a falta de energia durasse mais quatro horas, segundo fontes ouvidas pela reportagem, os ferries poderiam ter afundado naquele dia.
O Jornal CORREIO entrou no Monte Serrat e no Ipuaçu que foram leiloados no segundo semestre do ano passado pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). Apesar de terem mudado de dono e agora pertencerem a uma empresa privada, a situação não melhorou - aliás, piorou. Dentro dos ferries, há lixo acumulado, cadeiras antigas amontoadas e galões de óleo lubrificante sem proteção.
Ferry Monte Serrat está atracado na marina desde 2004
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
Navio de 'durepóxi'
Nos últimos anos, o temor foi acalmado não por grandes reformas em estaleiros, mas por um elemento que muita gente tem dentro de casa: a resina epóxi. Foi com ela que os furos no casco dos ferries chegaram a ser cobertos. “Ou seja, com o chamado durepóxi mesmo”, esclarece, ao CORREIO, um dos engenheiros que denunciou a situação das embarcações, mas não quis se identificar. 
Cadeiras e lixo estão acumulados no interior dos navios
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
O Ipuaçu está em condições melhores, ainda que dominado pela ferrugem. O Monte Serrat, por sua vez, parece mais agredido pelo tempo. No andar onde ficavam os passageiros, o piso já cedeu em alguns pontos. O encarregado Marcelo Timóteo, 61 anos, que foi designado para cuidar dos ferries há 11 anos, chegou a sofrer um acidente, certa vez.

“Fui buscar aquele balde ali, que está onde ficava o banheiro. Quando pisei, o buraco abriu. Tive que me segurar e fiquei pendurado”, conta o encarregado, apontando para um buraco de aproximadamente 40 centímetros de diâmetro no andar acima.

Agora, ele explica, ninguém mais pode subir lá. Mas esse acidente não foi o único. Enquanto levava a equipe do CORREIO até um outro buraco que se abrira no piso onde ficavam os carros, Marcelo viu o chão abrir devido a uma passada mais forte.
No meio do caminho, mais um buraco se formara. Do lado de fora, ele aponta para uma espécie de ‘faixa’ marrom no casco do navio: “Toda essa linha está comprometida”, alerta.
Veja a matéria completa na página do CORREIO

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Lancha afunda entre Paramana e a Ilha de Maré na Baía de Todos os Santos

Uma lancha naufragou na madrugada deste domingo (10), entre Paramana e a Ilha de Maré, na Baía de Todos os Santos.
Segundo informações  do BNews,  começou a entrar água na lancha Target e os ocupantes tentaram retirá-la com baldes, mas a ação não foi suficiente para evitar que a embarcação afundasse.
Contudo, todas as pessoas colocaram colete salva-vidas até a chegada do resgate. Uma embarcação foi enviada pela Capitania dos Portos para ajudar no socorro. Não há registro de feridos.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Associação de Pescadores Sub Lixo Zero Realizará Projeto de Limpeza Submarina em Praia de Cabuçu

Neste domingo temos um encontro marcado com a conscientização e a limpeza. A Secretaria de Turismo e Meio ambiente através da Prefeitura Municipal de Saubara em parceria com a Associação de Pescadores Sub Lixo Zero, realizará neste domingo (10) um projeto de limpeza submarina na praia do Recreio-Cabuçu e de conscientização para despertar a boa educação de manter nossas praias limpas. Curta o verão com responsabilidade,

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Limpurb recolhe 106 toneladas de lixo no Rio Vermelho após Festa de Iemanjá

A Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb) recolheu 106,04 toneladas de lixo nas ruas do Rio Vermelho, após a Festa de Iemanjá, que acontece no sábado (2). A operação contou com 269 funcionários e ocorreu desde o dia do evento até às 7h de ontem (3).
Para realizar a limpeza, foram utilizados oito compactadores, uma carreta pipa e seis caminhões-pipa, além de 240 mil litros de água e 480 litros de detergente aromatizado.
Na ação, os funcionários presenciaram vendedores recolhendo as flores do mar para serem comercializadas de novo. Fonte: Metro1
Durante todo o ano, campanhas de conscientização ambiental vem sendo realizadas pelas Ongs de proteção ao meio ambiente, porém, alguns credos e pessoas insistem em degradar a natureza descartando de forma perversa o lixo nas ruas e nas praias, causando grandes impactos sobre o oceano.

Um Filhote de Jaguatirica é Atropelado Próximo Ao Cinquenta, em Candeias.

Motorista de Madre de Deus socorre jaguatirica atropelada na BA-522 e leva para clínica; veja o vídeo.
Após encontrar um filhote de jaguatirica atropelado na BA-522, o motorista Janatan silva conhecido como “Tam”, morador de Madre de Deus, informou a reportagem do Madre sem Média, com exclusividade, que pegou o animal que estava desmaiado na rodovia e levou para uma clínica em Candeias.
O acidente aconteceu nesta quarta-feira (6), nas proximidades do Cinquenta, no município de Candeias. No momento do atropelamento, o animal atravessava a rodovia e o motorista não conseguiu desviar dele. O mamífero se recupera bem, e está aos cuidados da Polícia Ambiental.
Matéria divulgada pelo jornal Madre sem média

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Grupo de Preservação Amigos da Pesca Sub Realiza Mutirão em Praia de Candeias

O grupo amigos da pesca sub, na direção de Weliton Oliveira, realizou neste sábado (02) um grande mutirão de limpeza na famosa Prainha de Aratu, em Candeias. O evento contou com a colaboração de voluntários de Candeias, ilha de Maré (Salvador) e Simões Filho. O grupo amigos da pesca sub vem realizando diversos eventos de preservação ambiental em várias praias e ilhas da Baía de todos os santos afim de promover um ambiente saudável e sustentável para o uso humano além de conscientizar banhistas que frequentam as praias dessas regiões aos devidos cuidados que todos devem exercer sobre as reservas ambientais e costeiras. Weliton é mergulhador e ambientalista e vem realizando esse trabalho junto com o grupo Pesca Sub; grupo esse que também realiza diversas atividades sub aquáticas coletando e reciclando resíduos coletados do fundo do mar aqui na Baía de todos os santos.
Tanto a Prainha de Aratu, quanto às outras praias da região de Candeias não recebem nenhum tipo de assistência do poder público municipal e, com isso, grupos voluntários de várias partes se reúnem para manter os locais da cidade preservado.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Pequeno Povoado Reclama de Falta de Prestação de Serviços Por Parte do Poder Público de Candeias

A pequena comunidade de Ponta da Laje, um povoado de Candeias que fica na localidade conhecida como "Prainha" vem sofrendo há muitos anos o descaso por parte do poder público municipal de Candeias. O público que chega ao local reclamam do desprezo que a comunidade sofre sem nenhuma prestação de serviço por parte da prefeitura da cidade, gerando com isso uma das piores consequências, que é uma grande quantidade de lixo que se amontoa nas proximidades da empresa Braskem, como mostra a fotografia enviada por uma moradora e, que vem provocando incômodo a esses visitantes que usam a área como Balneário. Moradores afirmam que esses resíduos vem sendo produzido por banhistas que vem à Prainha e, não achando caixas de descartes, optam em jogar o lixo no chão. Mutirões de limpeza através de voluntários e campanhas de conscientização vem sendo feitas através do Facebook em prol da preservação da área onde, ao mesmo tempo, convida ao poder público municipal a dá suporte à localidade, que é um dos pontos turísticos mais badalados do município de Candeias, havendo em Ponta da Laje uma praia bela e de águas cristalinas que encantam turistas e até mesmo os próprios moradores de Candeias e cidades próximas que vem ao local no intuito de praticar atividades pesqueiras e do mesmo modo, a área é bastante frequentada por aqueles que procuram um lazer longe da cidade e com tranquilidade. Hoje (24), a mesma moradora que enviou as fotografias do lixo descartado, solicitou a um dos vereadores de Candeias uma providência quanto aos resíduos que, já exposto por mais de três semanas e sem nenhuma previsão de remoção, sugerindo a retirada do mesmo. Alguns moradores afirmam  que os políticos só aparecem de tempo em tempo na Vila, principalmente, em épocas de eleição. Um pedido de capinagem foi solicitado por um dos moradores desde o meado do ano passado e, até o momento, a secretaria de serviços públicos do município não prestou a devida atenção; foram pedidos insistentes mas, sem nenhum sucesso. Fatos como esse é comum, não somente em Ponta da Laje mas, em outros povoados que sofrem o abandono e o descaso por parte do poder público de Candeias.
Na fotografia, pescadores e marisqueiros que utilizam a área em suas atividades.

Dois Corpos São Encontrados Na Praia de Caboto, em Candeias.

Dois corpos foram encontrados hoje (24), às margens da enseada de Caboto, em Candeias. Ainda não se sabe os motivos pelos quais levaram às mortes desses dois jovens que, ainda não foram identificados mas, a polícia foi acionada e, logo após, por volta das 09:00 hs da manhã, o IML chagou ao local para a retirada dos corpos. A polícia segue com a investigação afim de obter maiores informações sobre o caso.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Começa o Período de Defeso do Caranguejo Uçá Na Bahia

Começou nesta terça feira (22) o período de defeso do caranguejo uçá na Bahia. O defeso protege o caranguejo no período de reprodução conhecido como ‘andada’, quando machos e fêmeas saem das tocas para acasalar e colocar ovos, e que consiste numa época em que a espécie fica mais vulnerável já que tem de ir do manguezal à praia onde ocorre o acasalamento, ficando, portanto, mais vulnerável à captura.
A pena para quem for flagrado coletando o caranguejo-uçá na época do defeso varia de R$ 700 a R$100 mil, mais R$20 por quilo do crustáceo. Além disso, o responsável que desrespeitar o período de defeso responderá processo. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é o órgão fiscalizador.
A comercialização só está permitida para o caranguejo em estoque e devidamente autorizado. Já a captura e o beneficiamento do crustáceo durante o defeso estão proibidos.
1° período: 6 a 11 de janeiro e de 22 a 27 de janeiro;
2° período: 5 a 10 de fevereiro e de 20 a 25 de fevereiro;
3° período: 7 a 12 de março e de 21 a 26 de março.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Grupo Maré Sustentável Promoverá Mutirão de Limpeza em Praias de Candeias

O Grupo Maré Sustentável, na direção do Blog Candeiasbahia.net, junto com sua equipe voluntária realizará nesta terça feira (15) mais um evento de preservação ambiental na cidade de Candeias; o primeiro mutirão de limpeza de praias do ano de 2019. As praias contempladas são: Prainha de Aratu, Prainha do Museu, e Rio São Paulinho, locais onde receberão o serviço de limpeza e, com o auxílio de aproximadamente 10 colaboradores, lixos de diversos tipos serão removidos das praias e mangues, no intuito de preservar e manter as reservas mais adequadas para os seus frequentadores e, através desse trabalho, o grupo visa ao mesmo tempo conscientizar o público que frequenta esses locais a adotarem para si medidas que sirvam para a preservação das regiões costeiras da cidade. O mutirão se dará pelo período da manhã sem previsão de término. Todos os colaboradores são banhistas e não recebem auxílio de ONGs muito menos do poder público de Candeias mas, com recursos próprios vem desenvolvendo este trabalho desde o ano de 2009 e a equipe pretende manter o trabalho, buscando uma sustentabilidade ao meio ambiente em Candeias.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Manchas de Óleo Aparecem Nas Proximidades do Rio São Paulinho

Na manhã desta quinta feira (10), por volta das 09:00 hs da manhã, pescadores e marisqueiros avistaram manchas de óleo no mar na região que fica entre Coqueiro Grande (São Francisco o Conde) e  Rio São Paulinho (em Candeias). Após acionarem a Petrobras, Técnicos da empresa foram ao local executar os serviços de retirada do óleo da praia e, até o momento, não foi detectada a causa do vazamento do produto e nem relatos de danos ao meio ambiente . O último derrame de óleo aconteceu no dia 08 de Junho de 2018 nas região conhecida como Pitinga, em Candeias, foi quando um dos dutos que fazia transferência de uma água oleosa entre as estação Pedra Branca e São Paulinho roupe-se, provocando a contaminação do manguezal, gerando prejuízo aos pescadores e marisqueiros da região de Passé e também de outras regiões próximas que utilizam o rio na extração de diversos frutos do mar.

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Moradores do Malembá Solicitam Obras de Rede de Esgoto

Moradores da Rua Bela Vista, no Malembá, reivindicam melhorias em obras no bairro por parte de um esgoto a céu aberto que tem prejudicado a alguns moradores que residem próximo a essa vala, e que tem tirado o sossego de muitos, colocando em risco a saúde, com a presença de animais peçonhentos e até mesmo cobras, não ficando de fora os moradores da Rua Getúlio Vargas, que vem sendo vitimados pelas fortes chuvas que descem através desse canal causando inundações e alagamentos nas casas, trazendo bastante lixos e deixando crianças  e adultos vulneráveis às doenças. A Reportagem de Jacson Calado mostra a indignação de uma moradora que há anos vem solicitando serviços nessa localidade e que até os dias de hoje nada foi feito por parte do poder público de Candeias.